Centro Hospitalar

O Hospital da Confraria de Nossa Senhora da Nazaré funcionou inicialmente em instalações anexas da Igreja da Misericórdia, na Pederneira.

O projeto de transformação da antiga casa do Reitor em Hospital Civil data de 3 de junho de 1877, e o seu autor foi Francisco José de Sá. A inauguração do Hospital, no local onde hoje se encontra foi em 1878.

Desde essa data e até 1975, sempre com a administração da Confraria, o Hospital foi crescendo, tornando-se extremamente importante e um dos principais do distrito. Em 1975, o hospital foi nacionalizado, e 7 anos mais tarde foi integrado na Administração Regional de Saúde de Leiria, passando a ser uma unidade de internamento, situação que se manteve até ao verão de 1992, quando por iniciativa do Ministro da Justiça de então, Dr. Álvaro Laborinho Lúcio, natural da Nazaré, são iniciadas negociações, tendo em vista a gestão do Hospital a esta instituição. Essas negociações terminam a 28 de Novembro de 1992 com a assinatura de um contrato de programa e gestão que vigora ainda hoje.

Atualmente dada a evolução dos conhecimentos em medicina e da política governamental de saúde, sobretudo a partir do 25 de abril de 1974, com a criação do Serviço Nacional de Saúde, deixou o Hospital da Confraria de Nossa Senhora da Nazaré, de poder exercer a sua atividade exclusivamente ligada ao aspecto civil orientado na sua vertente exclusivamente social. Manteve-se no entanto, devido a acordos pontuais com a Administração Regional de Saúde, o serviço de algumas consultas externas, pagando os utentes a taxa moderadora.

Dentro da evolução acima referida, a Confraria de Nossa Senhora da Nazaré efetuou com os Ministérios da Saúde, do Trabalho e da Solidariedade Social, em 5 de novembro de 2007, integrando uma política, implementada no terreno, um protocolo, dispondo o seu equipamento na Rede de Cuidados Continuados Integrados, rede de âmbito nacional, que tem como finalidade promover a integração biopsicossocial dos utentes do SNS, que tenham condições para o integrar.

A assistência aos utentes da Unidade, de acordo com as normas contratualizadas, é prestada, no âmbito das suas vertentes, pelo corpo clínico, enfermagem, pessoal auxiliar, fisioterapia, terapia ocupacional, terapia da fala, apoio psicossocial (psicóloga e assistente social) e animação sócio-cultural.

Mantêm esta Unidade Hospitalar a possibilidade de internamento em Regime Particular, bem como a execução de cirurgias.

Unidade de Cuidados Continuados Integrados (UCCI)

A Unidade de Cuidados Continuados Integrados (UCCI) do Hospital da Confraria de Nossa Senhora da Nazaré teve início a 5 de novembro de 2007, através de acordo celebrado entre a Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo, o Centro Distrital de Segurança Social de Leiria e a Confraria de Nossa Senhora da Nazaré.

A UCCI do hospital da CNSN é constituída por duas Unidades, Unidade de Média Duração e Reabilitação e Unidade de Longa Duração e Manutenção.

A Unidade de Média Duração e Reabilitação é “uma Unidade de Internamento (…), para a prestação de cuidados clínicos, de reabilitação e de apoio psicossocial, por situação clínica decorrente de recuperação de um processo agudo ou descompensação de processo patológico crónico, a pessoas com perda transitória de autonomia potencialmente recuperável”.

Tem por finalidade a estabilização clínica, a avaliação e a reabilitação integral do utente. O período de internamento na unidade tem uma previsibilidade superior a 30 dias e inferior a 90 dias. A Unidade assegura cuidados médicos diários, cuidados de enfermagem permanentes, cuidados de fisioterapia e terapia ocupacional, prescrição e administração de fármacos, apoio psicossocial, higiene, conforto, alimentação, convívio e lazer.

A Unidade de Longa Duração e Manutenção é “uma unidade de internamento, de caráter temporário ou permanente, (…) para prestar apoio social e cuidados de saúde de manutenção pessoas com doenças ou processos crónicos, com diferentes níveis de dependência e que não reúnam condições para serem cuidadas no domicílio”.

Tem por finalidade proporcionar cuidados que previnam e retardem o agravamento da situação de dependência, favorecendo o conforto e a qualidade de vida, por um período de internamento superior a 90 dias. A unidade assegura atividades de manutenção e de estimulação, cuidados de enfermagem diários, cuidados médicos, prescrição e administração de fármacos, apoio psicossocial, controlo fisiátrico periódico, cuidados de fisioterapia e terapia ocupacional, animação sócio-cultural, higiene, conforto, alimentação, apoio no desempenho das atividades da vida diária e apoio nas atividades instrumentais da vida diária.

Mais Informações: http://hospital.cnsn.pt/

Jardim de Infância

Santuário de Nª Sra. da Nazaré

Nutrição

Confraria de Nossa Senhora da Nazaré © 2020







João Serra - Informática