cnsn
Contacto
Pesquisa

INSTITUIÇÃO
ACT. RELIGIOSA
ACT. SOCIAL
ACT. CULTURAL
FLORESTAL
SAÚDE
PATRIMÓNIO
LIGAÇÕES
NOVIDADES


instituto dos arquivos nacionais instituto dos arquivos nacionais
igreja católica de portugal igreja católica de portugal
patriarcado de lisboa patriarcado de lisboa
site do Hospital site do Hospital
Home > NOVIDADES > Projecto “Um dia com…”

Projecto “Um dia com…”

Projecto “Um dia com…”

 

O presente projeto surge na sequência do projeto “Quando Crescer quero ser um brincador…” implementado em Maio de 2006.

Não pretendendo ser uma continuidade do anterior, direciona-se contudo para os mesmos destinatários abarcando agora a dimensão “vivência em contexto real de trabalho” e proporcionando assim aos jovens a possibilidade de contactarem, durante um dia, com o quotidiano de um profissional à sua escolha.

A experiência proporcionada poderá significar um pequeno contributo para um melhor conhecimento do meio laboral, numa lógica de conhecimento, aprofundamento e/ou atualização sobre o mercado de trabalho, exigência premente numa sociedade em constante mutação com novos desafios. Situação que assume maior peso para aqueles que, ainda não estando inseridos no mercado de trabalho e na vida ativa, se encontram num momento de escolha dos seus percursos escolares, formativos e profissionais.

 

Objectivos:

- Proporcionar aos jovens um primeiro contacto com a vida profissional;

- Vivenciar o quotidiano de um profissional em contexto real de trabalho;

- Valorizar as diferentes profissões;

- Desmontar/ reajustar representações sociais face às profissões.

 

Destinatários:

- Jovens do concelho a frequentar os 9º e 12º anos

(finalização de percursos escolares: 3º ciclo/ ensino básico e secundário)

 

Organização:

UNIVA Nazaré e Centro Comunitário da Nazaré

 

Parcerias:

Externato D. Fuas Roupinho, Nazaré;

E.B. 2,3 Amadeu Gaudêncio, Nazaré;

Centro de Emprego de Alcobaça;

ACISN, Nazaré;

Profissionais e entidades envolvidas.



« voltar  |  imprimir  |  topo
  ©2005-2007 CNSN - Todos os direitos reservadosTecnologia ínCentea